Afinada para quem gosta de música

Música é um conjunto de sons organizados. Conseguimos representá-la em ritmo, melodia e harmonia por meio de uma forma escrita. Mas também temos timbres, brilhos, interpretações, e tantas descrições sobre o som quanto são possíveis as metáforas.

Escrever sobre música se faz o desafio de ter por objeto a descrição do etéreo. Difícil não cair na celebrização e na mitificação dos artistas. Ao longo dos anos a polêmica vendeu revistas, jornais, discos e ingressos, mas, com o tempo, o que resta é a música.

Keith Richards, Amy Winehouse, John Lennon, Harry Belafonte, Chet Baker, Nina Simone, Miles Davis, Ozzy Osbourne, Keith Moon, Elton John, Freddie Mercury, Cazuza… O que sustenta esses nomes, no fim das contas, é a música, não suas lendas.

E algumas músicas ficaram tão ligadas a alguns artistas que são indissociáveis, como Strange Fruit para Bilie Holiday, que rendeu um livro. Bob Dylan jamais se descolará de Like a Rolling Stone, como não existe Cauby sem Conceição.

Essa é uma revista sobre música para quem gosta de música. E, para isso, queremos que entusiastas com qualquer grau de conhecimento técnico degustem e que os profissionais se deliciem.

CLIQUE AQUI PARA LER